Sobre Nós

Notícias

Estudo da GroupM Next: A viagem do consumidor digital

Um esclarecedor estudo da GroupM Next, depois de acompanhar as compras eletrónicas de 168.000 consumidores, identifica 6 tipos de consumidores digitais (pelo comportamento de compra) e apresenta-se como uma importante ferramenta para os Marketeers afinarem as suas estratégias de marketing digital e perceberem a importância crescente do “mobile” no processo de compras online.


Os seis tipos de consumidores digitais


Considerando como “consumidor digital” aquele que, pelo menos uma vez, recorreu ao “digital” no seu processo de compra, os segmentos que emergem são os seguintes:

Digitally Driven

Representam 16% do estudo e são o grupo de consumidores que mais utiliza o “mobile” . Estes consumidores são early adopters e valorizam a compra online, principalmente, pela conveniência.

Calculated Shoppers

Também utilizam o “mobile” como principal ferramenta de compras e constituem 11 % deste estudo. Valorizam acima de tudo a informação disponível nas fontes online.

Basic Digital Consumers

São 29 % da amostra. Estes consumidores valorizam a pesquisa, os sites de retalho (e das marcas que lhes interessam) e não utilizam o “mobile” de forma preferencial;

Retail Scouts

Apesar de utilizarem o “mobile”, preferem os seus computadores pessoais para pesquisar conteúdos relacionados com as suas compras. Representam 22 % da amostra deste estudo;

Brand Scouts

Estes consumidores são fieis às suas marcas e utilizam as fontes oficiais dos produtos que procuram para os ajudar no processo de compra, são persuadidos com “pequenos” benefícios como “oferta de portes”.

Eternal Shoppers

Este segmento apresenta o mais longo processo de compra do estudo, são 35 passos antes da compra. Não estão à procura de nenhuma promoção em particular.
Uma das primeiras conclusões aponta para uma presença do “mobile” em 48% de todas as decisões de compra, sendo todas elas fortemente influenciadas pelas diversas formas de publicidade digital.



Chamamos também a atenção para o segmento dos “digitally driven“, uma vez que representam um tipo de consumidor que utiliza, em praticamente todo o processo de compra (pesquisa, comparação, compra), múltiplos meios digitais, recorrendo a várias fontes (redes sociais, lojas de marca, retalho, etc.) e utilizam primordialmente dispositivos “mobile”.



A importância do “mobile”



Podemos também inferir do estudo que a maioria dos consumidores digitais utilizou, em algum momento do seu processo de compra, um equipamento móvel (telemóvel/tablet) para suportar as suas decisões.

Na verdade, estes equipamentos vieram desequilibrar completamente o “equilíbrio” de poder entre retalhistas e consumidores tradicionais, em caso de dúvida no momento de compra o consumidor pode sempre aceder ao site da concorrência para fazer uma rápida comparação de preços e características.



“With the significant consumer shift to mobile devices and tablets there is an emerging power shopping class that will not behave like anything we have seen before,” *

* Chris Copeland, CEO do GroupM Next.



E uma presença cada vez mais forte da Amazon…

Uma das melhores formas de constatar esta evidência (destacada pela frase de Chris Copeland) é utilizar uma das excelentes aplicações mobile da Amazon que nos permite, através de um simples scan ao código de barras de um produto, obter uma comparação imediata de preços e, no momento, decidir pela compra online. E foi, desta forma simples e quase tão instantânea como “cruel”, que a Amazon resolveu o “problema” de não ter lojas físicas para demonstrar os seus produtos.

Aliás, o mesmo estudo, conclui que 17 % de todos os processos de compra, analisados neste estudo, passaram, em algum momento, por um site ou aplicação da Amazon.

O estudo


Para mais informação sobre este estudo, informamos que o mesmo se encontra acessível em: http://groupmnext.com/research/

Sérgio Pinto